Este site é para o Brasil. Selecione seu país se você estiver fora do Brasil.
Este site é para o Brasil. Selecione seu país se você estiver fora do Brasil.

Opções de tratamento para TNEs

A tabela abaixo mostra os diversos tratamentos para TNEs que estão disponíveis. Sempre consulte seu médico para discutir e determinar as opções de tratamento mais adequadas para você.

Helen, Vivendo com TNEs

“Se o seu especialista te diz que ele não vai prescrever nada e que ele irá mantê-lo em observação, isso não significa que você não está recebendo nenhum tratamento. A maioria dos TNEs cresce muito devagar.”

Veja a história de Helen >

Cirurgia

A cirurgia normalmente é a primeira escolha de tratamento se os exames de imagem mostram que o tumor primário está contido em uma área (localizado) ou se houve apenas uma progressão limitada em um órgão do corpo. Se for possível remover o tumor completamente com a cirurgia, então pode ser que não haja necessidade de outro tratamento.

Mesmo que o tumor primário tenha se espalhado (sofreu metástase), a cirurgia ainda pode ser possível para remover parte do tumor e quaisquer outros tumores secundários.

Isso é frequentemente denominado de citorredução (debulking) tumoral.

Se TNEs GEP ou outros TNEs estão bloqueando um órgão, como o intestino, então a cirurgia pode ser útil para aliviar o bloqueio. Se o tumor se espalhou para o fígado, a cirurgia pode ser usada para remover as partes do fígado que contêm o tumor. De modo muito esporádico, pode ser considerado um transplante de fígado.

Paciente*, Vivendo com TNEs

“Meu câncer foi descoberto em um estágio inicial e foi removido cirurgicamente. Primeiramente, eu fui monitorado a cada seis meses e, agora, anualmente, com diversos testes e exames.”

*Citação de um paciente que concluiu uma pesquisa anônima realizada em cinco países em 2015

Terapia de radiação

A terapia de radiação é um dos tratamentos mais comuns para TNEs. Ela usa partículas ou ondas com alta energia, como raios X, raios gama, feixes de elétrons ou prótons para destruir ou danificar as células de câncer.

Antes de administrar a terapia de radiação, exames de imagem serão realizados para determinar a localização exata dos tumores.

A terapia de radiação tem o objetivo de fornecer a maior chance de curar ou reduzir o câncer, e as doses mais baixas para as células saudáveis em volta para evitar os efeitos colaterais do tratamento. Outros nomes da terapia de radiação são radioterapia, irradiação ou terapia de raios X.

Terapia de radiação de feixe externo é administrada a pacientes com câncer como uma série de tratamentos externos curtos e diários, normalmente por diversas semanas.

Ela utiliza um equipamento semelhante a uma grande máquina de raio-X chamada de acelerador linear. Cada um desses tratamentos curtos é chamado de fração. Administrar a terapia de feixe externo em frações significa que menos dano é causado às células normais do que às células do câncer.

A radioterapia intraoperatória (RTIO) é uma forma relativamente nova e muito precisa de aplicar a terapia de radiação durante uma cirurgia. Durante a cirurgia, a radiação é aplicada diretamente na área onde o tumor foi removido. Isso pode ajudar a remover qualquer célula tumoral microscópica e possivelmente reduzir a chance de o tumor crescer novamente. Um único tratamento pode ser necessário em alguns casos, embora alguns pacientes ainda possam precisar de radioterapia de feixe externo adicional por um pouco de tempo depois da cirurgia.

Quimioterapia

A quimioterapia envolve o uso de medicamentos anticâncer (citotóxicos) para destruir as células do câncer, normalmente ao interromper a capacidade da célula de câncer de crescer e se dividir. A quimioterapia sistêmica é aplicada na corrente sanguínea para atingir as células do câncer neuroendócrino no organismo.

As formas comuns de administrar a quimioterapia incluem o uso de um tubo fino (cateter) inserido em uma veia utilizando uma agulha (aplicação intravenosa) ou por meio de uma pílula ou cápsula.

O tipo de quimioterapia que você recebe irá depender de onde os TNEs começaram no organismo.

Por exemplo, algumas pessoas podem receber quimioterapia para tratar TNEs no pâncreas (TNEs pancreáticos) ou nos pulmões (TNEs brônquicos). A quimioterapia pode ser utilizada isoladamente para tratar TNEs ou juntamente com outros tratamentos e procedimentos vistos nesta seção.

Terapias anticâncer dirigidas

As terapias anticâncer dirigidas são medicamentos ou outras substâncias que bloqueiam o crescimento, desenvolvimento e progressão do câncer ao interferir em moléculas específicas envolvidas na carcinogênese (o processo pelo qual as células normais se transformam em células cancerosas), vasculatura tumoral e crescimento tumoral.

Esses tratamentos também são conhecidos como terapias molecularmente dirigidas. Elas são usadas para tratar tipos específicos de câncer neuroendócrino ao alvejar as diferenças biológicas entre as células cancerosas e as células normais.

Algumas terapias molecularmente dirigidas podem lutar contra as células tumorais sem danificar as células saudáveis.

As terapias anticâncer dirigidas podem ser prescritas para algumas pessoas com TNEs, sendo que a maioria delas receberam primeiramente medicamentos análogos da somatostatina.

Análogos da somatostatina

Análogos da somatostatina são medicamentos que copiam a ação da somatostatina.

Somatostatina é um hormônio – um mensageiro químico que é naturalmente produzido no organismo. Ele pode interromper a superprodução de outros hormônios que causam os sintomas do câncer neuroendócrino, como a diarreia, rubor e chiado.

Os análogos da somatostatina podem reduzir os sintomas dos TNEs ao interromper o organismo de produzir muitos hormônios. Eles também podem controlar o crescimento de determinados tipos de TNEs.

Quando você começa a usar um análogo da somatostatina, você pode receber uma injeção do produto até três vezes por dia ou você pode receber uma injeção de ação prolongada que pode durar aproximadamente um mês.

Interferona

Interferona é uma substância que existe naturalmente e que é produzida pelo sistema imunológico do organismo durante uma doença, como uma infecção viral, como uma gripe.

A interferona é chamada, às vezes, de terapia biológica ou imunoterapia e é utilizada para tratar algumas pessoas com TNEs.

Às vezes, a interferona é administrada isoladamente como um medicamento para TNEs.

Entretanto, é frequentemente administrada como parte de uma terapia de combinação com análogos da somatostatina. A interferona pode não ser uma terapia adequada para todas as pessoas com TNEs.

Tratamentos em desenvolvimento

Outras opções de tratamento estão atualmente em desenvolvimento clínico e podem ser disponibilizadas no futuro. Observe que tais tratamentos ainda não estão aprovados e há a possibilidade de que eles nunca sejam aprovados e disponibilizados em seu país.

Terapia com radionuclídeo (TRRP)

A terapia dirigida de radionuclídeo também é chamada de terapia com radionuclídeo para receptor de peptídeo (TRRP) ou radioterapia com aplicação de hormônios. A TRRP é fundamentada na utilização de substâncias radioativas (radionuclídeos) para alvejar receptores na superfície das células tumorais.

Neste tipo de tratamento para TNEs, os radionuclídeos são quimicamente combinados com hormônios (análogos da somatostatina). Quando esse tratamento de combinação é injetado no organismo, ele irá se fixar na superfície das células do câncer neuroendócrino e aplicar uma dose de radiação dirigida para evitar o crescimento tumoral adicional ou até mesmo destruir o tumor.

Outras imunoterapias

Além de interferona, existem outros medicamentos e abordagens em desenvolvimento para utilizar de forma específica o sistema imunológico do organismo para atacar as células cancerosas:

Uma abordagem é o uso de anticorpos produzidos em laboratório que conseguem reconhecer que a célula é cancerosa e a destroem sem danificar as células normais do organismo.

Outra abordagem é obter um pouco do sangue de uma pessoa, separar um tipo específico de leucócito, chamado célula T, adaptá-lo no laboratório e, então, colocá-lo de volta no mesmo paciente.

As células T adaptadas atacam as células cancerosas de forma mais específica enquanto deixam as células normais intactas.

 

Marcado:

Sobre os TNEs

Siga este tópico

Avalie este conteúdo

Rating: 5.0/5. From 1 vote.
Please wait...

Descubra mais informações sobre TNEs

FAQs by experts

FAQs

Pergunta sobre TNEs?
Veja se ela já foi respondida por um de nossos especialistas.

FAQs

NET patient support groups

Grupo de Apoio a Pacientes com TNEs

Grupos de apoio para pacientes podem fornecer acolhimento social e emocional

Achar Grupos de Apoio a Pacientes

Ferramentas e Dicas Práticas

Leia as dicas práticas de outras pessoas para ajudar a tornar a sua vida com TNEs mais fácil.

Ferramentas e Dicas Práticas

Utilizamos cookies para garantir que lhe damos a melhor experiência no nosso site. Clique aqui para mais informações.
Ipsen
Este site destina-se a uma audiência internacional, excluindo os Estados Unidos, Canadá e a França. Este site foi desenvolvido pela Ipsen em colaboração com aqueles que vivem com TNEs e os profissionais de saúde que cuidam deles. A Ipsen gostaria de agradecer a todos por suas valiosas informações e histórias. Todos os nomes usados neste site não são necessariamente nomes reais. Visite www.ipsen.com.br para mais informações sobre nós Design e desenvolvimento de sites por Kanga Health Ltd.